[There are no radio stations in the database]

    Memórias Presenteando a Realidade

    MARIA MÁXIMA VAZ. O  CORTEJO  FÚNEBRE  DO REI D. JOÃO I PASSOU POR ODIVELAS. No último artigo que escrevi, falei da morte da Rainha Dona Filipa de Lencastre, informando as circunstâncias  que levaram a que tivesse ocorrido em Odivelas. Embora já tenha escrito, várias vezes, que a Corte veio de Sacavém, nunca me parece demais […]

    ACONTECEU EM ODIVELAS UMA PÁGINA DE HISTÓRIA. Quando estavam a decorrer os preparativos para a conquista de Ceuta, sobreveiouma forte epidemia que atingiu, sobretudo, as cidades de Lisboa e Porto. D. João I eDona Filipa de Lencastre, deslocaram-se para Sacavém, onde não havia, até ali,notícias de ter chegado a peste. Quando neste lugar começaram a […]

    A QUINTA DE NOSSA SENHORA DO MONTE DO CARMO EM ODIVELAS. O primeiro proprietário, nosso conhecido, da Quinta de Nossa Senhora do Monte do Carmo, foi D. Gil Vaz Lobo, um dos conjurados que em 1640 restauraram a independência de Portugal e que lutaram pela sua conservação, durante os vinte e oito anos que durou […]

    Um proprietário de Odivelas no Séc. XVIII Um título de Nobreza – Conde de Santiago Um cargo na Corte – Aposentador – Mór O Condado de Santiago de Beduído foi criado por D. Afonso VI (carta de 12/11/1667), e foi primeiro Conde D. Lourenço de Sousa de Meneses. O cargo de Aposentador – Mor é […]

    “POR TERRAS DE EL-REI D. DINIS” A QUINTA DE GIL VAZ LOBO – A QUINTA NOVA DO MIRANDA – A QUINTA DO MENDES. Três nomes e uma só quinta. Aquela que todos nósdesignamos por Quinta do Mendes e onde hoje só existemprédios urbanos, teve, que nós saibamos, pelo menos estestrês nomes. Até 1678 foi seu […]

    “POR TERRAS DE EL-REI D. DINIS” A QUINTA DA MEMÓRIA – OS PAÇOS DO CONCELHO DE ODIVELAS. O edifício que é hoje a sede da Câmara Municipal, em Odivelas, era um complexo habitacional composto de casas nobres, capela e alojamentos para os “servidores” que garantiam aos seus proprietários todo o trabalho na quinta e ainda […]