Current track

Title

Artist

Current show

Background

Literatura Portuguesa

«Para mim a História não é a comemoração do passado, mas uma forma de interpretar o presente. Ao descobrir a relação entre o ontem e o hoje, creio poder decifrar a ordem possível do mundo, imaginária, porventura, mas indispensável à minha própria sobrevivência, para não me diluir a mim mesmo no caos de um mundo […]

A escritora Julieta Monginho venceu por “unanimidade” o Prémio Literário Fernando Namora, com o romance “Um Muro no Meio do Caminho”, anunciou hoje a Estoril-Sol, promotora do Galardão, no valor de 15.000 euros. Na deliberação do júri, ao qual presidiu Guilherme d’Oliveira Martins, administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, assinala-se que “Um Muro no Meio do […]

Colóquio Internacional Jorge de Sena. No Centenário do Seu Nascimento Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 17 e 18 de Outubro Jorge de Sena, nome ímpar da literatura e da cultura portuguesas, nasceu em Lisboa a 2 de Novembro de 1919 e viveu exilado no Brasil entre 1959 e 1965, e nos EUA a […]

Vai ser entregue no domingo, durante a inauguração do PIM – exposição de ilustração inserida no FOLIO, o Prémio Nacional de Ilustração e as duas Menções Especiais. O Prémio deste ano, referente às obras publicadas em 2018, foi atribuído a André Letria pelo conjunto de ilustrações do livro “A Guerra”, com texto de José Jorge […]

Visita Guiada à Exposição OLHARES, PENSAMENTOS e MEMÓRIAS pela artista plástica Dila Moniz. Dado o sucesso da inauguração da Exposição “Olhares, Pensamentos e Memórias” pela arista plástica Dila Moniz com Curadoria de Olga e Sousa no passado dia 19 de setembro, o Pelouro da Cultura da Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica está […]

(Sónia CorreiaCoisas D Alma) Amor são pétalas, suaves e leves sentires, fragmentos sem argumentos, vontade que foge de dentro na procura do toque que arrepia. Amor, amor são notas de música que o vento transporta para o ouvir de alguém, trechos clássicos que cegam a realidade, pautas extraditadas da carne, pousadas na alma, irrefletidas na mente. […]