[There are no radio stations in the database]

    ​PRÉMIO NOVA DRAMATURGIA AUTORIA FEMININA

    Written by on 08/01/2021

    As candidaturas decorrem até 31 de Janeiro de 2021.

    O Esta noite grita-se, um autêntico festim de degustação do texto teatral, está de volta em 2021. E, após aquele que foi o ano de todas as incertezas, o Esta noite grita-se traz uma novidade: a 1 de Dezembro de 2020 abriram as candidaturas para um concurso literário a nível nacional, dirigido a pessoas que se identificam com o género feminino, sejam cisgénero ou transgénero, com ou sem obra prévia editada, para premiar um texto inédito de teatro.  

    De acordo com o International Centre for Women Playwrights, ONG que se dedica ao estímulo do trabalho das mulheres dramaturgas, 70% das peças produzidas anualmente no mundo são de autoria masculina. Na edição de obras o número ainda desce mais – em Portugal estimamos que menos de 15% dos textos editados são de mulheres. Este panorama em nada favorece a diversidade e a riqueza da produção artística, impedindo a inovação trazida pelo olhar feminino de criadoras que, sem um estímulo adequado, continuam a estar arredadas dos circuitos necessários para a divulgação das suas obras. Na direção artística do Esta noite grita-se temos tido dificuldades em fazer um equilíbrio do género autoral porque as opções de escolha são muito reduzidas no que toca a dramaturgas. Somente através do estímulo à criação será possível mudar esta realidade e garantir que mais mulheres artistas arriscam e publicam os seus trabalhos.

    O Prémio Nova Dramaturgia de Autoria Feminina é assim dirigido a autoras com ou sem trabalhos publicados ou apresentados publicamente, e que premiará um texto inédito. O prémio, no valor pecuniário de 500 €, será acompanhado pela edição em livro numa parceria com a Douda Correria, editora sediada em Lisboa, e pela leitura pública integrada na programação do Festim, em Junho de 2021. O júri desta 1ª edição será constituído por Cláudia Lucas Chéu, Miguel Castro Caldas e Rui Pina Coelho.