CAPITÃO FAUSTO EM FILME CONCERTO “SOL POSTO” 20 NOVEMBRO 70 SALAS NACIONAIS

Written by on 19/11/2020

Realizado por Ricardo Oliveira.

Trata-se de um acontecimento nacional inédito: 70 salas de cinema, de Norte a Sul e ilhas irão exibir uma única vez, no dia 20 de novembro às 20H00, o filme-concerto dos Capitão Fausto. Uma experiência visual e auditiva em 5.1 como só as salas de cinema podem proporcionar, em completa segurança, cumprindo todas as normas da DGS.

Devido às medidas decretadas pelo Conselho de Ministros no âmbito do estado de emergência, que limitam a circulação no próximo fim de semana, a exibição de “Sol Posto”, o filme concerto dos Capitão Fausto, que teria lugar no dia 14 de Novembro foi adiada para o dia 20 de Novembro, às 20H00. Os bilhetes já adquiridos mantêm-se válidos para a nova data.

O filme traz-nos uma reflexão sobre a passagem do tempo e sobre a sua perceção, e assim como enfrentamos a ideia de um período de ponderação em vez de ação, e de suspensão em vez de concretização, acontece durante as horas de Sol Posto, palco do descanso, da reclusão, dos sonhos e dos planos, da escuridão, da espera e do desconhecido.“, revelam os Capitão Fausto num comunicado enviado para a nossa redacção.

Na banda sonora de “Sol Posto”ouvimos máquinas de construção civil num estaleiro que se revela afinal sala de concerto; o som do vento a sacudir as copas dos pinheiros mansos, testemunhas impassíveis de dias de preparativos, espectadores imóveis, silenciosos e figurantes omnipresentes do filme; e claro, as canções, numa antologia discográfica cinematografada do mais estimulante repertório da música portuguesa contemporânea. 

“Sol Posto” mostra uma Banda que não procura o estado de graça nem se sente angustiada com o futuro. Está sobretudo em paz com o presente, com a sua primeira década de existência e com a sua obra.
Quando o tempo de tudo o que conhecemos está em suspenso, chega-nos serenidade e um convite à contemplação. Afinal é possível sorrir ou mesmo ser positivo no meio da desordem, sem sentimento de culpa. E é permitido.

Sinopse do filme

Composto por versões inéditas do repertório da banda, “Sol Posto” integra três performances gravadas ao vivo e em exclusivo para o filme. As atuações ocorrem em três momentos distintos do dia: crepúsculo, noite e alvorada. Tal como na vida quotidiana recente, o filme enfrenta a ideia de um período de ponderação em vez de ação, e de suspensão em vez de concretização. 

As horas de “Sol Posto” são palco do descanso, da reclusão, dos sonhos e dos planos, da escuridão, da espera e do desconhecido. Se por um lado pretende evocar os mais verossímeis aspetos da experiência de um concerto, torna-se também numa oportunidade de quebrar a barreira física do tradicional palco/plateia, aproximando o espetáculo do espectador, trazendo-o para dentro do palco e colocando-o a uma distância de cumplicidade com os músicos. 

O som e imagem foram gravados ao vivo, no decurso de uma semana em setembro de 2020, em Melides.


Current track

Title

Artist