BERNARDO P. CARVALHO VENCE 24ª EDIÇÃO PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO

Written by on 18/11/2020

Bernardo P. Carvalho, com o livro Hei Big Bang! (Ninguém disse que era fácil), vence a 24ª. edição do Prémio Nacional de Ilustração.

Concorreram a esta 24ª edição do Prémio Nacional de Ilustração, 63 obras publicadas em 2019 por editoras e outras entidades com atividade editorial, de 48 ilustradores e textos de 57 autores

logopni.gif

O júri desta edição decidiu, por unanimidade, atribuir o Prémio Nacional de Ilustração, referente às obras publicadas em 2019, a Bernardo P. Carvalho pelo conjunto de ilustrações do livro Hei Big Bang! (Ninguém disse que era fácil), com texto de Isabel Minhós Martins, publicado pela Planeta Tangerina. As Menções Especiais foram atribuídas a Joana Estrela pelas ilustrações da obra Aqui é um bom lugar, com texto de Ana Pessoa, também publicada pela editora Planeta Tangerina; e a Susana Diniz e Pedro Semeano, pelas ilustrações da obra Eu sou o Lobo – o rei da floresta portuguesa, com texto de Ricardo J. Rodrigues, publicada pela INCM/Pato Lógico.

Sobre a obra vencedora, o júri destacou a maturidade revelada pelo ilustrador, apreciou a sua originalidade e insatisfação, a procura sistemática a que o autor vai sujeitando o seu trabalho, com resultados sempre surpreendentes e de elevada qualidade. A relação do texto e imagem, assim como a paginação e suportes, resultam num objecto interessante, sugestivo e original. O cuidado e sensível jogo de cores, incluindo a definição de brancos e pretos, assinalável na sua qualidade de discurso, proporcionam ritmo e uma rica intensidade narrativa.

Sobre o trabalho de Joana Estrela, o júri valorizou a informalidade e a variedade de estratégias visuais. As opções de design, capa maleável, formato ergonómico e papel absorvente, são interessantes e valorizam a fruição do trabalho proposto pela ilustração, que se aproxima algumas vezes de um registo mais próximo da escrita. Destacou ainda a harmonia intrínseca do objeto que parece ajustar-se de forma orgânica para comunicar de perto com o leitor.

Sobre o trabalho de Susana Diniz e Pedro Semeano, é valorizada a proposta dos ilustradores que, colocando na atualidade um tema tão pertinente e interessante, usam uma técnica menos convencional, onde o movimento, o jogo de planos e pontos de vista conferem ao livro interesse, e uma forte ligação ao tema por parte dos leitores.

O júri foi constituído por Susana Lopes da Silva, doutorada em Estudos da Criança e Professora na Escola Superior de Educação do Porto; Luís Mendonça, doutorado em Ilustração e Professor na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, e Ana Castro em representação da DGLAB.

O Prémio Nacional de Ilustração, criado em 1996 e atribuído pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, pretende promover o reconhecimento da ilustração original e de qualidade.

logocultura.jpg

Distingue anualmente um ilustrador pelo conjunto de ilustrações originais publicadas numa obra editada no ano anterior e pode, ainda, distinguir dois ilustradores através da atribuição de duas Menções Especiais. O valor do Prémio é de 10.000 €, acrescido de uma comparticipação de 1.500€ destinada a apoiar uma deslocação à Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha. As Menções Especiais, no valor de 1.500€ cada, são destinadas a comparticipar deslocações àquela Feira.

Capa_Aqui-4.png
eu sou lobo.jpg

(via: livro.dglab)


Current track

Title

Artist