TEATRO O BANDO ESTREIA “ANTES DO MAR” A 25 JUNHO

Written by on 05/06/2020

A última obra premiada de Hélia Correia, Um Bailarino na Batalha, é o ponto de partida para a peça Antes do Mar, que a companhia O Bando vai estrear em Palmela, a 25 de Junho.

O espectáculo fala de um êxodo, do sair de um lugar e ir para outro, ou seja, de migrantes e refugiados, disse à agência Lusa o encenador da obra, Miguel Jesus.

«A peça fala sobre a situação actual dos migrantes, mas este tema também parece ser uma situação congénita» à própria humanidade, frisou.

«Esta circulação de pessoas, que faz parte da natureza humana, muitas vezes pelas piores razões, leva-nos a pensar que não conseguimos criar mecanismos para ultrapassar isto», acrescentou Miguel Jesus.

Antes do Mar acaba assim por ser também «uma provocação e uma reinvenção da nossa forma de lidar com os paradigmas religiosos, sociais, da tribo, entre outros», acrescentou.

Quase todo o processo criativo da peça, que começou a ser ensaiada no primeiro dia do estado de emergência, 19 de Março, foi realizado online.

«Tivemos sorte de o início dos ensaios coincidir com o início do estado de emergência, e assim fomos conseguindo pensar em soluções que fomos aproveitando para esclarecer melhor aquilo que temos feito», referiu.

Questionado sobre como vão levar a peça à cena, Miguel Jesus, que também é responsável pela dramaturgia, disse que vai tratar-se de um espectáculo ao ar livre e que, em princípio, os espectadores vão começar a vê-lo a uma distância de 100 metros.

Esta distância acaba por fazer com que o espectador veja muito ao longe o que está a passar-se, fazendo com que também possa pensar que não é uma situação que se passa connosco.

«O que acaba por não ser verdade, porque num mundo global tudo diz respeito a todos», sublinhou.

A peça não estará em cena na sede de O Bando, em Palmela, mas num terreno vizinho, para que não exista espaço de proximidade entre os espectadores, disse Miguel Jesus.


Current track

Title

Artist