Current track

Title

Artist

Current show

NTR Always Open

01:30 11:30

Background

TEATRO DO BAIRRO E AR DE FILMES COM PRODUÇÕES ONLINE

Written by on 23/03/2020

A Baleia Branca – Uma Ideia de Deus, João Botelho | Teatro e Cin

Em streeming no vimeo em https://vimeo.com/398633628

Neste período de quarentena, de portas fechadas como medida de contenção do vírus, não podemos ficar parados. Isolamento não é afastamento, porque podemos ficar próximos!

Porque queremos continuar perto dos nossos espectadores, o Teatro do Bairro e Ar de Filmes disponibilizam, de forma gratuita, algumas das suas produções na área do teatro e do cinema de autor, em streeming, através da partilha de um link nas suas páginas de redes sociais, Facebook e Instagram. Todas as semanas, será disponibilizada uma obra, de cineastas como João Botelho ou Margarida Gil que os espectadores poderão rever, assim como registos de alguns dos espectáculos encenados por António Pires.

A partir de hoje, e até ao próximo dia 27, será possível ver online, A BALEIA BRANCA, UMA IDEIA DE DEUS de João Botelho, documentário sobre a construção do espetáculo “MOBY DICK”, de Herman Melville, encenado por António Pires, no São Luiz Teatro Municipal em 2007, com Graciano Dias, João Barbosa, José Airosa, Maria Rueff, Miguel Borges, Miguel Guilherme, Milton Lopes, Ricardo Aibéo e Rui Morisson.

Sinopse

“De que se trata? Navegar, ao sabor do vento dos acidentes, que me agitará consoante a direcção em que soprar, ao lado de um desesperado e corajoso grupo de teatro que se atreve a pôr em cena uma das maiores obras literárias da civilização ocidental: a narrativa demencial e desmedida, a aventura sangrenta e sagrada da caça a Moby Dick, a baleia branca, criada pelo génio de Herman Melville. Ao lado de todas as emoções da narrativa ímpar de Melville, são essas ideias conceptuais e abstractas, que põem em causa o mundo mas que o fazem mover, que o teatro pode roubar e transformar para as colocar ao alcance de qualquer um de nós. Emoções e ideias, não é disso que os espectadores são ávidos? O que pretendo não é registar a peça “Moby Dick”, mas filmar a sua génese, os pedaços da sua construção, onde pode ser tão poderosa a pancada de um malho sobre um prego dada por um carpinteiro de cena, o esboço do arquitecto ou a colocação de uma luz fechada num ponto para reforçar o olhar de um actor.” – João Botelho

Narração escrita por: João Botelho | Imagem: João Ribeiro | Som: Francisco Veloso | Montagem: Vanessa Pimentel | Música: Paulo Abelho e João Eleutério | Voz Narrador: Maria João Cruz | Produção: Alexandre Oliveira e Rita Simão