Current track

Title

Artist

Current show

Francisco Rocha

21:30 23:59

 

Background

“ROTEIRO PALÁCIO PALMELA” LISBOA 29 FEVEREIRO

Written by on 25/02/2020

Palácio Palmela – Proc. Geral da República – Rato Lisboa

29.02.2020 (sábado) – 15,00H
Venha descobrir o Palácio Palmela, sede da Procuradoria-Geral da República. O edifício destaca-se do seu envolvimento citadino, pela discreta ostentação do seu revestimento integral em calcário branco e rosa, pouco usual na cidade de Lisboa.
Nesta visita guiada, iremos percorrer o jardim, os salões, as salas deste magnifico e notável património artístico e cultural.

14,45h – Encontro na porta principal do Palácio – Rua da Escola Politécnica, n.º 140 – Lisboa
15,00h – Pontualmente, início do Roteiro, com visita guiada aos aspectos mais relevantes do património do Palácio Palmela
17,30h – Lanche na Zona do Rato

Inscrições e Informações: 217 264 179 ou 918 959 584; info@explore-latitudes.pt ou www.explore-latitudes.pt

– Valor do Roteiro – 15,00 € p/pessoa
(Incluído no Roteiro: Visita Guiada, Entrada Palácio, Lanche, Seguros para a actividade)
– Jovens até 18 anos – 10,00€
– Crianças até 10 anos – Gratuito

– N.º máximo de participantes 30 Pessoas, reservado exclusivamente para a Explore Latitudes
– Devido a condições de segurança, a inscrição tem de ser identificada com o Nome de todos os participantes.
– Inscrição Obrigatória, as inscrições serão registadas por ordem e até ao limite máximo.

PALÁCIO PALMELA
O edifício que hoje é conhecido pela designação de Palácio Palmela fica situado numa propriedade, fronteira à antiga Fábrica das Sedas, que foi termo dos terrenos outrora pertencentes ao Noviciado da Cotovia.
Com a forma de um triângulo, definido a partir do chafariz do Rato, pela Rua do Salitre e pela antiga Rua Direita da Fábrica das Sedas – hoje Rua da Escola Politécnica -, a propriedade é cercada por uma muralha, de altura considerável (que tem por função suster os terrenos, dada a diferença de cotas entre o jardim e aquelas duas artérias), inteiramente revestida de pedra lioz e coroada por uma balaustrada interrompida a espaços por plintos, que sustentam urnas em cerâmica.
O Palácio, de planta quadrangular, encontra-se implantado tangencialmente à Rua da Escola Politécnica, de modo que a sua fachada principal se integra na própria cerca, permitindo o acesso a partir do andar térreo. Este facto dá-lhe o aspecto de um prédio urbano, que contrasta fortemente com aquele que assume quando visto do jardim, não apenas devido ao envolvimento, mas também ao facto de os alçados terem menor altura – a entrada faz-se aqui pelo 1.º piso, ou sobreloja.
Na fachada principal, o primeiro é constituído pelo andar térreo, cujo pé-direito é igual à altura da cerca, e pela sobreloja. Estes dois pisos assumem o papel de embasamento para o andar nobre do edifício, à maneira neoclássica.
Neste perímetro, além do Palácio, existem várias construções. Localizado a norte, encontramos o atelier da duquesa D. Maria Luísa de Palmela, com um aspecto rústico de sabor nórdico, devido ao seu revestimento exterior, simulando vigamentos de madeira.

Procuradoria Geral da República

Rua da Escola Politécnica

Lisboa