Current track

Title

Artist

Current show

 

Background

AS CORES DOS AUTORES 64ª EMISSÃO. 14:30/16:30H. CÉLIA MOURA. O ÊXTASE NA POESIA.

Written by on 03/05/2019

AS CORES DOS AUTORES. Na tela da Rádio, Histórias, Conversas, Percursos, Ideias, Sensibilidades. Esculpindo Memórias.

Produz Realiza JORGE GASPAR.

Emissão 64 – 4 Maio. 14:30/16:30H. Na emissão de hoje a presença de Célia Moura, a propósito do lançamento do seu livro Poesia “No Hálito de Afrodite”, que aconteceu a 14 Dezembro 2018 na Biblioteca Municipal José Saramago Loures.



  • Célia Moura nasceu em Lisboa no dia 02 de Junho de 1971.
  • Cedo se iniciou na escrita tendo escrito seus primeiros poemas por volta dos seus doze anos de idade e começando a participar com alguma periodicidade no Suplemento “Correio Dos Jovens” aos 17 anos e durante onze anos na modalidade poesia e prosa poética do Jornal diário “Correio Da Manhã”.
  • Em simultâneo colaborava noutros Jornais Literários, nomeadamente no Jornal “Artes & Artes” e no Jornal “Poetas & Trovadores”.
  • Foi durante anos (até 2004membro da A.P.P. (Associação Portuguesa de Poetas), tendo participado em tertúlias e eventos vários.
  • Em 2010 obteve uma menção honrosa com a sua participação no 3.º Prémio Literário Irene Lisboa levado a efeito pela Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos com o poema “Deixa-me ficar pousada em teu corpo”.
  • Participou no 1º Ecopoético na Rádio Comunitária Campeche (Florianóplis, SC – Brasil), Março/2014, com o poema: “A Festa Dos Rouxinóis” tendo o mesmo sido declamado pela Poeta Bianca Velloso.

— OBRAS PUBLICADAS e PROJECTOS LITERÁRIOS: —

  • 1º Livro de Poesia: “Vestida De Silêncio” – Universitária Editora – 2000
  • “Millenium – 77 Vozes de Poetas Portugueses” – Antologia Poética – Universitária Editora – 2002
  •  “Timor – Do Poder Das Armas À Força Do Amor” – Antologia de homenagem à Independência do Povo Timorense – Universitária Editora – 2002
  • 2º Livro de Poesia: “Jardins Do Exílio” – Hugin Editores – Apoio à edição Câmara Municipal de Cascais – 2003
  • Revista de Poesia Saudade Nº 10 – Antologia – “O Tempo” – 2008
    • 3º Livro de Poesia: “Enquanto Sangram As Rosas…” – Edição de Autor c/apoios à Edição – 2010
    • Antologia “Asas De Amor” – Poesia Erótica – Coordenação Carlos Margarido – 2014
      • Antologia Poética – “Palavras leva-as o Vento… Menos o Sonho e o Encantamento” – 2014
      • Uni duni tê um poema pra você” – poemas literatura infanto juvenil – colaboração de vários autores. Projecto de Tânia Amares Bueno – Brasil – 2015
      •  “Ecos De Apolo” – Colectânea de Poesia – Edições Vieira da Silva – 2016
      • Oitava Antologia “Ponto & Vírgula” – Ribeirão Preto – Brasil – 2016
      • 4ª Antologia Poética – “Sopro de de Poesia”
      • “Perdidamente – AntologiaPoetas Lusófonos Contemporâneos Vol II”
      • Lançamento “Vozes Impressas” – Edições Vieira da Silva
      • 4º livro de Poesia: “No Hálito De Afrodite” (poesia erótica) – Out./ 2018; Ed. de Autor

TANGO


Tango
Obscurecer na fronte
O segredo,
Esquecimento das pálpebras que se fundem com o anoitecer
Qual mistério
Que o sonho revela e logo se esquece
Alquimia
Por meus dedos rasgada
De negras tulipas.

Que lauto pavor te alicia
E edifica
Ó Amor assim gerado?
Não sei de onde vens
Mas sei para onde vais.

Irás resplandecer na fronte de todos os amantes infelizes
Gloriosas palavras
Todas as palavras!

Ai este pavor
Esta procissão de vida resfolegando
Em pleno deserto!

Ai este horror, este imperfeito Amor!

Sempre a obscurecer na fronte a Beleza,
Um novo cântico que as sereias sussurram
A cada alvorecer,
Convite à festa que Baco nos delicia.

Celebremos o silêncio
Na plateia das negras tulipas
Saboreando
Este tango intenso de horror
No alvorecer dos corpos
Quase perfeito amor!

© Célia Moura

O mundo por vezes é cego e tu és tão bela/o

Porém, o mundo por vezes é cego e tu és tão bela/o…
O mundo obedece a um estereótipo insistente e absurdo ao qual designa de belo, e tu és tu e és única/o.
O mundo é uma mentira. Não o queiras conquistar.
Conquista-te a ti mesmo.

© Célia Moura