Current track

Title

Artist

Current show

 

Background

AS CORES DOS AUTORES 63ª EMISSÃO. 14:30/16:30H. AMADEU CARVALHO HOMEM. A VIDA EM DIRECTO.

Written by on 26/04/2019

AS CORES DOS AUTORES. Na tela da Rádio, Histórias, Conversas, Percursos, Ideias, Sensibilidades. Esculpindo Memórias.

Produz Realiza JORGE GASPAR.

Emissão 63 – 27 Abril. 14:30/16:30H. Na emissão de hoje a presença de AMADEU CARVALHO HOMEM, a propósito do lançamento da sua ultima obra, a colectânea de contos “Este Levíssimo Quotidiano”, que aconteceu na Casa da Cultura de Coimbra a 17 Novembro de 2018.

A colectânea de contos que aqui se apresenta, intitulada Este Levíssimo Quotidiano, esforça-se por obedecer ao programa do seu título: ou seja, preencher o universo ficcional com narrativas resultantes quer da observação directa da vida, quer do universo memorial e autobiográfico do autor. 

Não é um livro que tenha a preocupação de demonstrar uma tese pessoal ou social. A maior parte do seu contar foi colhida do universo das pequenas coisas que esmaltam a vivência de cada dia, mantendo sempre a bonomia de uma ironia ou de um sorriso cúmplice.

Amadeu Carvalho Homem é Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, em situação de reforma.
Dedicou-se, sobretudo, à investigação da História da Cultura da Época Contemporânea e da História do Republicanismo em Portugal. 
O estudo da propaganda e radicação da República em Portugal foi determinante para que o então Presidente Dr. Jorge Sampaio o tivesse agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. 
Do conjunto de títulos da sua autoria podem salientar-se A Ideia Republicana em Portugal. O contributo de Teófilo BragaTeófilo Braga, Antero de Quental e Ramalho Ortigão – Diálogos DifíceisA Propaganda Republicana. 1870-1910O Conde de Arnoso e o seu tempoDa Monarquia à RepúblicaDo Romantismo ao Realismo, entre outros. 

Amadeu José de Figueiredo Carvalho Homem licenciou-se em Filosofia, em 1972, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde foi admitido como Assistente Eventual do Grupo de História no ano letivo de 1977-78, no Instituto de História e Teoria das Ideias. Foi aí discípulo do Professor Doutor José Sebastião da Silva Dias.Prestou provas de doutoramento em Letras (especialidade de História Moderna e Contemporânea) naquela Universidade, em 9 de dezembro de 1988. Foi aprovado por unanimidade, com distinção e louvor, tendo defendido a tese ” Teófilo Braga. Filosofia e pensamento político-social “. Esta sua obra seria quase imediatamente lançada no circuito livreiro sem grandes alterações de conteúdo, sob o título ” A ideia republicana em Portugal. O contributo de Teófilo Braga ” (Coimbra,1989). Foi nomeado Professor Associado do Grupo de História da Faculdade de Letras, em 1990; em 1998, prestou provas públicas de habilitação ao título de Agregado, tendo sido aprovado por unanimidade. É neste momento Professor Catedrático reformado.Tem vários artigos referentes à História Contemporânea portuguesa espalhadas pelas mais prestigiosas revistas universitárias, tais como a “Revista de História das Ideias”, a “Revista Portuguesa de História”, a “Biblos”, a “Ler História”, a “Mathesis”, a “Insulana”, a “Interacções”, a “Análise Social”, etc. entre outras. Dentre estes trabalhos cumpre destacar, entre outros, os seguintes:“Para uma leitura sociológica e política da ‘Questão Coimbrã”;“Ilusões do Cientismo nos primórdios da Sociologia Portuguesa”;“Limitações duma biografia política: como Eça viu Ramalho em 1878”;“Autonomia individual e autonomia política no discurso republicano oitocentista”;“A Autonomia no plano sócio-cultural. I Centenário da Autonomia dos Açores”;“História e Psicologia: reflexões sobre o conhecimento do objecto ausente”;“O anti-iberismo dos republicanos radicais portugueses”.Em 1989, Amadeu Carvalho Homem passou a pertencer ao Conselho Diretivo do Centro de Documentação 25 de Abril, instituição diretamente dependente da Reitoria da Universidade.

Amadeu carvalho Homem é autor de várias publicações a saber A propaganda Republicana 1870-1910, O Conde de Arnoso e o seu tempo, Da Monarquia à República, História da Fundação Engº António de Almeida e Do Romantismo ao Realismo.Colaborou na História de Portugal dirigida por José Mattoso (Círculo de Leitores) e na História de Portugal dirigida por João Medina. Deu igualmente a sua colaboração a uma História de Portugal editada em Bauru, em S. Paulo, Brasil, em 2002. Em 2007 coordenou a obra Um Século de Lutas Académicas, editada no Porto, em 2007).Por convite de Mário Soares, então Presidente da República, proferiu em 1989, em Ponta Delgada, uma alocução sobre a vida e a obra de Teófilo Braga, no âmbito da Presidência Aberta que então decorreu no arquipélago dos Açores.Amadeu Carvalho Homem é também conferencista permanente do Instituto de Altos Estudos da Força Aérea, no âmbito dos cursos de formação para Oficiais Generais, e co-fundador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20), onde coordena o Grupo de Trabalho dedicado à História das Ideias Políticas e Sociais.Agraciado pelo Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio, com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, Amadeu Carvalho Homem possui também a Cruz de Mérito Humanitário, concedida pelo Instituto Brasileiro de Estudos Sociais, de S. Paulo – Brasil.

MIRANDA DO CORVO – Centro de Estudos Republicanos Amadeu Carvalho HomemO “Centro de Estudos Republicanos Amadeu Carvalho Homem” (CERACH) foi criado pela Câmara Municipal de Miranda do Corvo e encontra-se integrado na Biblioteca Municipal Miguel Torga, da mesma localidade.Tem como objectivos fundamentais a preservação, difusão e defesa do património valorativo republicano, não numa perspectiva imobilista e simplesmente comemorativa, mas na óptica da adaptação e da resposta aos novos tempos e anseios colectivos.Ao reivindicar este desiderato, o CERACH irá eleger como um dos aspectos nucleares da sua missão a formação cívica e política da população, sobretudo da mais jovem, recusando quaisquer instrumentalizações meramente partidárias, mas adoptando a teoria e a prática dos valores e dos princípios da Democracia Republicana.A par deste escopo fundamental, o CERACH colocará o seu núcleo bibliográfico à disposição de todos os que quiserem estudar o fenómeno histórico e sociológico do republicanismo, encontrando-se prevista a edição de textos originais, elaborados, neste âmbito, pelos investigadores.As estratégias a adoptar para que estas finalidades sejam alcançadas serão aferidas, momento a momento, com a Câmara Municipal de Miranda do Corvo e com a Biblioteca que se encontra na sua dependência.O Centro de Estudos Republicanos Amadeu Carvalho Homem foi inaugurado, em Miranda do Corvo (Biblioteca Miguel Torga), no dia 5 de Outubro de 20111.O professor, ilustre historiador e estimado republicano, Amadeu Carvalho Homem, doou à Câmara Municipal de Miranda do Corvo a sua biblioteca, cujo acervo atende o vasto “conjunto de publicações que (…) utilizou no seu trabalho e que ficarão à disposição do público na Biblioteca Miguel Torga, no Centro de Estudos Republicanos Amadeu Carvalho Homem“.

Tendo cessado as suas funções pedagógicas na Universidade de Coimbra e na Universidade Autónoma de Lisboa, entendeu dar continuidade à sua investigação sobre a Geração de 70 – do Século XIX – acabando de ser publicado um vasto estudo sobre a evolução política do pensamento de Ramalho Ortigão.
Por outro lado, passou a dedicar mais tempo à produção puramente poética e ficcional: neste sentido, encontra-se já publicada uma coletânea de poesia, tendo por título A Madura Estação, saindo agora a coletânea Este Levíssimo Quotidiano.