Current track

Title

Artist

Current show

NTR CHART

16:15 17:30

 

Background

DIA MUNDIAL DA POESIA “EMISSÃO ESPECIAL AS CORES DOS AUTORES”

Written by on 21/03/2019

 

ALICE VIEIRA, ÁLVARO GIESTA, MÁRIO MÁXIMO. SÁBADO 16:30/19:30H.

 

DIA MUNDIAL DA POESIA 
– sabe o que transforma a escuridão em luz?
– Poesia.
(Jean-Luc Godard, Alphaville)

EMISSÃO ESPECIAL de AS CORES DOS AUTORES.
21 Março – 16:30/19:30H
No Centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, a Homenagem na NTR, com os convidados
ALICE VIEIRA, ÁLVARO GIESTA, MÁRIO MÁXIMO.

LIBERDADE

“O poema é 
A liberdade

Um poema não se programa 
Porém a disciplina 
— Sílaba por sílaba — 
O acompanha

Sílaba por sílaba 
O poema emerge 
— Como se os deuses o dessem 
O fazemos”

(Sophia de Mello Breyner Andresen, “O Nome das Coisas”)

ALICE VIEIRA

ÁLVARO GIESTA

HÚMUS (POEMA I)

eis o sol do poeta:
___ o seu sol é esta concavidade azul
em que se abriga e se aquece
no percurso sinuoso do fascínio das palavras

é todo este espaço do horizonte
é o incêndio das imagens
é o corpo que repousa no vazio e dele cria
a própria forma
no tempo do irreversível silêncio das nascentes

é toda a liberdade dos espelhos
sem véus nem sombras ___ é esta lonjura azul
onde a inquieta voz rompe o silêncio
com flores de sonho e segredos nupciais

é o amanhecer
com palavras de verdade e de esperança
___ todo este sol que o anima
é quante basta ao poeta para respirar
e nada mais

HÚMUS (prémio literário de poesia Manuel Neto dos Santos, 4.ª edição, 2018)

MÁRIO MÁXIMO




“Aqueles que eu mais amo,

tenham eles o género que tiverem,

são os que me dão independência,

os que transformam a poesia na ciência

que ilumina os caminhos vãos,

porque todos os caminhos têm essa dura condição

Nem têm de ser aqueles a quem estendo os braços

porque o que é preciso é estender ou entregar o coração.

Não precisa de espetaculo, precisa de essência

e lá volto eu aos domínios das coisas exatas e comprovadas

que tocam o patamar da poesia.

A ciência feita de versos que desmontam a rudeza

e aquecem os lances da noite fria…”

DIA MUNDIAL DA POESIA “EMISSÃO ESPECIAL AS CORES DOS AUTORES”