Current track
Title
Artist

Current show

Background

“MÃE, PROMETE-ME QUE LÊS” DE LUÍS OSÓRIO. CHANCELA GUERRA E PAZ.

Written by on 07/10/2018

Mãe, Promete-Me que Lês, de Luís Osório.

Luis Osório abre sem reservas o seu álbum de família. Numa relação convulsa e intimista, folha a folha, conta-nos pormenores de vivências extremas que nos emocionam devastadoramente e nos confrontam com a terrível complexidade das relações familiares.
Ousadas, pungentes, ternas, estas são as recordações de um homem que confessa ter medo, muito medo de voltar a perder alguém, medo de morrer porque gosta muito de viver. Um relato emotivo de um filho, que decide abrir o baú das suas memórias, de onde surgem personagens que podiam ser de ficção, mas são reais.

Ficam as questões: «Um dia prometes-me que lês? Consegues ler onde estás?» Que mais pode ele desejar? «Continua comigo, mãe.»

Depois de A Queda de Um Homem, seu primeiro romance, que seduziu a crítica, Luís Osório refirma, neste seu novo livro, um ponto-chave da sua escrita, o da literatura como valor absoluto.
Mãe, Promete-me que Lês é a literatura a entrar pelos territórios da realidade, a contaminá-la, a torná-la mais suportável.

 

 

LUÍS OSÓRIO

Aos 46 anos, Luís Osório é hoje mais um escritor do que um jornalista. Mãe, Promete-me que Lês é o seu sétimo livro e sucede à Queda de Um Homem, o primeiro romance. Foi director de jornais e de uma estação de rádio. É autor de programas de televisão e rádio, encenador, consultor empresarial e comentador político. Ganhou o Sete de Ouro, o Gazeta Revelação, o Prémio Inovação Manuel Pinto Azevedo. Foi nomeado três vezes para os Globos de Ouro pela autoria de Portugalmente e Zapping. Tem três filhos, todos rapazes.