Current track

Title

Artist

Current show

Background

“AS CORES DOS AUTORES” 37ª EMISSÃO “JOÃO DÓRDIO” UM POETA LOUCO. SEM INOCÊNCIA. SEM MEDO DA PAIXÃO.

Written by on 05/10/2018

AS CORES DOS AUTORES.

Na tela da Rádio, Histórias, Conversas, Confidencias, Sensibilidades. Esculpindo Memórias.Produz e Realiza JORGE GASPAR.Emissão 37 – 6 Outubro – 14.30/16.30h.

Na emissão de hoje, à conversa com João Dórdio. Um autor em “luta” permanente com o seu Eu. E o resultado é uma escrita pura de sentimentos a explodir nas palavras. Apesar de se declarar inocente da sua loucura, ele está presente com paixão no dia a dia das palavras.

  Fiz a mala e sentei-me. Fiz a mala e senti-me. E ao sentir-me também perto de ti, fiz igualmente a mala de toda a saudade de nós. E foram letras de roupa e mais roupa! Tudo coube lá dentro a muito custo! Um vestuário de nós que os deuses copiaram para fazer um guarda-roupa de céu e todas as estrelas para acender as noites. Fiz a mala e sentei-me para te sentir. E na espera de um beijo quando crescer sei que vou encontrar montras de mais roupa. Quando tiver dinheiro para comprar mais malas, vou guardar todos os sonhos onde os teus beijos se perderam no acordar sem mim.
Fiz a mala e senti-te. E agora sei que já só falta crescer para me voltares a segurar a mão. (João Dordio)  
João Rodrigo Piteira Dordio nasceu a 03 de Abril de 1970, em Évora, e reside no Seixal. Divorciado, pai de dois filhos, é Agente Principal da PSP e presta serviço há quase 20 anos no Corpo de Intervenção, pertencente à Unidade Especial de Polícia. Autodidata, com formação académica em Sociologia e História, complementa a sua área profissional com pesquisa e investigação sobre aquilo que gosta de definir como “o outro lado da História”, vulgarmente rotulada de “teorias da conspiração”. Desloca-se com alguma frequência a escolas, bibliotecas e associações para a realização de palestras sobre este assunto.Publicou o seu primeiro livro, “O Suspiro de Odin” (Chiada Editora, 2016), e participou em várias programas radiofónicos e antologias poéticas, tendo sido premiado com a publicação do poema “Perdidamente”. Obteve o 2° lugar no 9° Concurso Literário da Papel d’Arroz Editora. Participou, em parceria com a artista plástica Carla Palhinha, na exposição “Um Poema é Uma Pintura Com Voz, Um Pintura é Um Poema Sem Voz”, um projeto inovador que concilia a pintura e a poesia, que tem vindo a percorrer vários pontos do País.Segundo livro publicado “Não faças barulho. Fui ali Gritar que te Amava.” (Emporium Editora, Abril 2018).Coordenador da colecção POIESIS, com a chancela In-Finita Lisboa de Emanuel Lomelino e Adriana Mayrinck. 
Book Trailer "Não Faças Barulho. Fui Ali Gritar Que Te Amava", de João Dórdio

A nova obra de João Dordio, a ser lançada em breve!Prepare-se para um alucinante conjunto de sensações, sempre num ritmo vivido ao sabor das apneias de instantes sem métrica, sem esquemas rimáticos, liberto de regras […]- Vítor Costeira, Prefaciador

Publicado por Emporium Editora em Sexta-feira, 9 de Março de 2018
 Não há poesia sem paixão e não há poetas sem loucuras. O que faz da paixão a maior loucura…