A Editorial Caminho, que chancela a obra, refere que “algum tempo decorrido desde a publicação do seu último livro de poesia, Francisco José Viegas volta com uma nova voz, mais profunda, com um livro que é uma revisitação poética a acontecimentos, paisagens, sentimentos e estados de espírito, dando-nos uma quase autobiografia”.

Francisco José Viegas nasceu há 56 anos no Pocinho, em Vila Nova de Foz Côa, é autor de poesia e romances, e na ficção policial criou a personagem “detetive Jaime Ramos”. Na área da poesia publicou a antologia “Metade da Vida”, “O Puro e o Impuro”, “Se Me Comovesse o Amor”, entre outros. No romance é autor de obras como “Regresso por um Rio”, “Morte no Estádio”, “As Duas Águas do Mar” e “Longe de Manaus”, com o qual venceu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, em 2005.

É também autor de vários livros de crónica, viagens e gastronomia.