“CAMPO DAS CEBOLAS” COM VIDA NOVA. CONCERTOS GRÁTIS NA CELEBRAÇÃO SÁBADO DIA 14.

Escrito por em 13/04/2018

A nova vida do Campo das Cebolas já tem uns meses, mas só agora é que as obras de requalificação do espaço e a construção de um parque de estacionamento subterrâneo com 206 lugares chegaram ao fim. À semelhança do que tem acontecido com as inaugurações dos novos espaços na cidade, também aqui vai haver festa.

Passando pela zona, percebe-se que o Campo das Cebolas está bem diferente daquilo que era. Desde Novembro que o imenso espaço verde convida a ficar e a estar. No meio, há ainda um parque infantil.

“É tempo de os lisboetas desfrutarem de mais um pedaço da frente ribeirinha completamente requalificado e da nova ligação da cidade ao Tejo”, lê-se no comunicado da Câmara Municipal de Lisboa que dá conta da festa no sábado que terá como principais atracções os concertos gratuitos de Ricardo Ribeiro e Filipa Cardoso (às 16.30) e dos HMB (18.00).

“A convivência entre o passado e o presente, uma das componentes da própria cidade de Lisboa, foi um dos objectivos centrais do projecto da autoria do arquitecto Carrilho da Graça”, continua a nota da autarquia, destacando que onde antes “existia um parque de estacionamento selvagem, há agora um amplo jardim e um parque infantil, com vista para o rio Tejo”.

A Câmara promete ainda várias actividades ao longo da tarde de sábado.

Agenda de espetáculos

A reabertura do espaço público vai ser assinalada, no sábado, “com várias atividades”, sob o convite “A Rua é Sua – Venha descobrir o novo Campo das Cebolas”, a partir das 16:00, incluindo dois concertos, com entrada livre, de Ricardo Ribeiro e Filipa Cardoso (às 16:30) e da banda HMB (18:00).

A requalificação do Campo das Cebolas, iniciada em outubro de 2015, sofreu atrasos devido à descoberta de vestígios arqueológicos, incluindo de um cais pombalino, cerâmica e duas embarcações.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina (PS), em novembro de 2017, na cerimónia de inauguração do novo terminal de cruzeiros de Santa Apolónia, salientou que as intervenções junto ao rio representam “um investimento estratégico na concretização de uma ambição antiga da cidade, de requalificação de toda a zona da frente ribeirinha”.

O autarca notou que, no atual mandato autárquico, será prolongado o trabalho de requalificação da frente ribeirinha “até Santa Apolónia e depois tendencialmente até à Expo, procurando no fundo que haja um contínuo pedonal entre Belém e o Parque das Nações, também com meios suaves de mobilidade”.

 

(via: timeout, dn, noticias, NIT)


NTR – Network Rádio

É outra música

Current track
TITLE
ARTIST

Background